Intermarket Corretora de Seguros
Notícias
27/05/2011

Rio sedia assembléia da Associação de Genebra

Nos dias 26 e 27 de maio, líderes das maiores empresas de seguros do mundo vão se reunir no Rio de Janeiro para a Assembléia Geral Anual da Associação de Genebra (General Assembly of The Geneva Association). Na abertura do evento que acontece no Hotel Sofitel, em Copacabana, a entidade divulgou os resultados de uma pesquisa com 80 dos principais presidentes de companhias do setor.

O presidente da Associação de Genebra e presidente do Conselho de Administração da Munich Re, Nikolaus von Bomhard, destacou a preocupação do mercado com propostas internacionais de mudanças na regulação do setor. "O sistema bancário e de seguros são diferentes, representam papéis diferentes na sociedades e estão expostos a riscos distintos. Nós recebemos o prêmio no ato de nossa contratação, trabalhamos com o risco. As principais atividades de seguros não constituem uma fonte de risco sistêmico para o sistema financeiro. O setor de seguros atua como um estabilizador das economias mundiais com seu investimento de longo prazo e horizontes de risco", ressaltou.

Durante pesquisa divulgada, os presidentes das empresas foram questionados sobre quão prejudicial seria para a indústria de seguros a aplicação de metodologia bancária sem a atenção apropriada às especifidades do setor. Todos os membros classificaram como prejudicial ou muito prejudicial, com aproximadamente 87% dos entrevistados esperando o grau mais alto de danos ao setor. "Precisamos buscar formas de impedir que haja um derrame dos probelamas do sistema financeiro no mercado de seguros", disse Nikolaus von Bomhard. O estudo também mostra que 73% dos pesquisados acreditam que a definição dos preços das apólices seria afetada pela imposição de custos de capital e 75% acreditam que prejudiciariam o gerenciamento de bens de seguros.

Patrick Larragoiti, membro da Diretoria da Associação de Genebra e presidente da SulAmérica Seguros, destacou a importância da realização deste evento no Brasil no momemto em que o mercado passa por um "momento fabuloso". "Nos últimos três anos, o mercado brasileiro de seguros alcançou índices anuais de crescimento superiores a 15% devido aos bons resultados da economia, ao crescimento da renda da população e ao bom desempenho do mercado local. Com relação às mudanças contábeis, o Governo Brasileiro tem decidido seguir regras e padrões internacionais, por isso é tão importante esta discussão para as empresas nacionais", disse Larragoiti lembrando que o sistema financeiro do Brasil não chegou a ser tão afetado pela crise mundial. 


Fonte: Segs

Voltar
Av. Clara Nunes, 510 sala 04 - Bairro Renascença . Belo Horizonte | MG . CEP.: 31130-680 . Tel. 31 3421-2977 Fax. 31 3425-1800