Grupo Intermarket Soluções Financeiras
Notícias
22/11/2011

Analista financeiro dá receita de como empregar bem o 13º e outros investimentos; confira:

O analista financeiro Walter Forte NetoO analista financeiro Walter Forte Neto

O analista financeiro, Walter Forte Neto, explicou ao Sistema Arapuan como o trabalhador comum pode empregar bem o 13º para ter uma renda extra em 2012 ou em longo prazo, através de investimentos financeiros. De acordo com o analista, antes de investir é necessário que o trabalhador esteja com todas as contas quitadas e saiba qual o perfil do investimento e qual a perspectiva de retorno que deseja, se em curto, médio ou longo prazo.

 

“Pra quem vai precisar do dinheiro nos próximos seis meses, de acordo com a quantia que ele tem, recomendo alguns títulos mais seguros e de maior liquidez que é a caderneta de poupança, o CDB (Certificado de Depósito Bancário) de alguns bancos de primeira linha, ou para alguns investidores mais sofisticados que querem uma rentabilidade mais diferenciada, existe a possibilidade de investir no tesouro que é um canal onde o investidor vai entrar diretamente e comprar esses títulos através de um portal na internet. Você precisaria entrar em contato com uma corretora e fazer o cadastro. Será o seu assessor financeiro quem comprará esses títulos. Esta seria uma forma de investir de uma maneira segura e com rentabilidade diferenciada”, diz.

 

Já para que tem um horizonte de investimento de longo prazo, o analista recomenda que o investidor, junto com um analista financeiro, façam alterações de renda variada que são os investimentos da Bolsa de Valores. Esse tipo de investimento tem uma certa volatilidade no curto prazo, mas as taxas diferenciadas da aplicação compensam a longo prazo.

 

“No mercado financeiro qualquer investimento tem risco. Ele vai ter uma taxa de aproximadamente 0.8% a.m e a divida do cartão de crédito do trabalhador chega 10% a.m. Então tem sentido você se programar para fazer um investimento se tiver essa divida. Muita gente deixa dinheiro parado na caderneta de poupança para receber 0.5% ao mês e está pagando 10% de juros no cartão. É uma pratica comum para a maioria das pessoas, mas não é rentável”, explica.

 

13º salário - Neto comentou que o investidor deve ter consciência que deve sanar todas as suas dívidas, antes de investir o 13º. “Não tem sentido o trabalhador pensar em investir se ele vai precisar desse dinheiro para pagar algumas contas no início do ano, como IPVA, IPTU, material escolar, entre outros”, comenta.

 

Para resolver esse problema, o analista sugere que o investidor separe uma parte do 13º coloque numa caderneta de poupança ou num CDB, pois o dinheiro vai ter certa liquidez. Já para quem tem mais tempo de se planejar e tem um prazo superior a 12 meses, o conselho de Neto é procurar um analista financeiro, fazer um cadastro numa corretora de valores imobiliários e se preparar para fazer aplicações mais em longo prazo.

 

“Aí inclui o tesouro direto que é uma forma de investir em renda fixa, é um investimento seguro garantido pelo Governo Federal e vai ter taxas diferenciadas e bem superiores as taxas da caderneta de poupança e para quem tem determinado perfil e quer montar um parceira mais para a aposentadoria, num prazo bem mais esticado de tempo, poderia pensar em montar uma carteira de ações. Comprar ações de primeira linha com Petrobrás, Vale, Itaú, Bradesco, que se caracterizam por em curto prazo terem uma volatilidade de preço mais no longo prazo as taxas compensam o risco... Então são investimentos seguros de primeira linha, dentre as maiores empresas do Brasil e lucrativas e a longo prazo vão dar uma taxa de retorno bem superior a qualquer investimento de renda fixa”, ressalta.

 

Momento certo para investir – “O cenário na Europa está bastante conturbado, tiveram no final do mês passado algumas reuniões e foram estabelecidas determinadas diretrizes e elaborado um plano em conjunto que seria tomado. Foi criado um fundo de estabilização e esse fundo vai servir para estabilizar o sistema financeiro da Europa e sanar a dívida de alguns países problemáticos que é o caso da Grécia, da Espanha e mais recentemente a Itália que é a ‘bola da vez’ do mercado”, explica.

 

De acordo com o analista, “no mercado se vive de preços e a grande oportunidade de se entrar no mercado financeiro, de se comprar empresas a preços baixos e ganhar quando o mercado voltar são nessas crises. Acho que o investidor deve ter certa paciência e acho que o momento de estar se posicionando para conseguir ter retorno a longo prazo consistente é agora, quem tem um horizonte de investimento de longo prazo acima de 12 meses o ideal é estar montando uma carteira e estar se posicionando agora”, conclui.


Fonte: http://www.paraiba.com.br

Voltar
Av. Clara Nunes, 510 sala 01 - Bairro Renascença . Belo Horizonte | MG . CEP.: 31130-680 . Tel. 31 3421-2977 Fax. 31 3425-1800